ICOM e MNPR-SC lançam fundo de apoio a projetos de redução de danos em Florianópolis

fundo-pop-recuperado-1-1024x575O ICOM (Instituto Comunitário Grande Florianópolis) e o Movimento para Pessoas em Situação de Rua na Grande Florianópolis estão selecionando projetos de organizações sem fins lucrativos que atuem nos municípios de São José, Florianópolis, Palhoça e Biguaçu, voltados para o trabalho em rede e redução de danos. Os projetos selecionados deverão ser executados a partir de janeiro de 2018, pelo período máximo de 6 meses. Receberão, neste primeiro fundo, o aporte de até 3 mil reais.

Segundo as informações que a ABCR leu no anúncio do Edital,  podem participar organizações sem fins lucrativos com sede nos municípios de São José, Florianópolis, Palhoça e Biguaçu, formalizadas e em dia com as obrigações perante aos órgãos federais, estaduais e municipais e atuando no apoio direto à população em situação de rua.

Além disso, no dia 10 de novembro, o ICOM e o Movimento para Pessoas em Situação de Rua na Grande Florianópolis estarão lançando uma oportunidade: elaborar, com o apoio deles, projetos incríveis que dialoguem com a rua. Neste dia, das 14h00 às 17h00, acontece o Café Social Especial: Construindo Ferramentas Como elaborar e conduzir um projeto de Redução de Danos.

O objetivo é de que, além de conhecer outras iniciativas que atuam na base de apoio a população em situação de rua, você tenha a oportunidade de elaborar seu projeto junto com o ICOM e o Movimento para Pessoas em Situação de Rua na Grande Florianópolis, com o apoio e diálogo direto com a rua, entendendo e antecipando necessidades reais.

Acesse a página da do ICOM para se inscrever no Café Social Especial (até o dia 09 de novembro de 2017, o evento acontece dia 10) e\ou para concorrer ao Edital de financiamento de projetos, que estará recebendo propostas até o dia 17 de novembro de 2017.

A ABCR – Associação Brasileira de Captadores de Recursos não é responsável por este edital, mas apenas o divulga julgando que seja do interesse de seu público. Quaisquer dúvidas, reclamações e sugestões devem ser tratadas diretamente com o responsável pelo edital, citado no texto.

facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedin