Encontro do #diadedoar debateu a importância de se preocupar em gerar e analisar dados

Foi realizada no dia 11 de setembro, sob a liderança da ABCR, a oficina Philanthropy Data for Impact in Brazil, que reuniu organizações que estudam dados sobre doação e captação de recursos, veículos de comunicação do terceiro setor e empresas que prestam serviços para o desenvolvimento do ecossistema de captação.

Quem é o doador brasileiro?

Parece óbvio, mas para acertar o alvo é preciso antes enxergá-lo. Por isso, tão importante quanto sair para captar é saber com quem captar. No novo infográfico que publicamos na Captamos, listamos as principais características do doador brasileiro com base na pesquisa Doação Brasil, do IDIS, publicada em 2016. Uma informação importante, que talvez você[…]

Confira os resultados da pesquisa ABCR – ESPM – Ipsos

No primeiro semestre de 2018 convocamos as organizações a responder a um formulário sobre comunicação e captação de recursos, como parte da pesquisa Práticas de Marketing e Comunicação para a Captação de Recursos, uma realização em parceria da ABCR com a ESPM e a empresa internacional de pesquisas Ipsos.

Responda até o dia 31 a pesquisa sobre captação de recursos ABCR e Sitawi

A SITAWI Finanças do Bem e a ABCR juntaram para criar uma pesquisa que servirá de pontapé inicial no processo de tentar diminuir a falta de dados contextualizados sobre captação de recursos no país. Você pode contribuir, compartilhando os dados da sua organização e respondendo a pesquisa até o dia 31 de julho. Os dados serão compilados e compartilhados sem identificação[…]

Brasil tem 820 mil ONGs

Segundo novo estudo realizado pelo IPEA – Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas, instituição ligada ao Governo Federal, o Brasil fechou o ano de 2017 com 820 mil ONGs existentes – ou organizações da sociedade civil, o nome formalmente utilizado. Esse número representa um crescimento considerável do último número então disponível, de cerca de 400 organizações.

Menos de 40% das organizações têm site

Considerada como uma das principais e mais fáceis formas ser transparente e construir relacionamento com os doadores, somente 38% das organizações da sociedade civil brasileiras contam com página na internet, conforme resultado apresentado pela pesquisa TIC Osfil 2016, realizada pela Cetic.br e publicada no ano passado.

79% dos consumidores são favoráveis ao marketing de causas

Pesquisa lançada em 2017 pela ESPM, em parceria com a Smiles, o Instituto Ayrton Senna e a IPSOS, identificou que 79% dos consumidores são favoráveis ao marketing de causas, uma excelente oportunidade para as organizações da sociedade civil conhecerem mais e se envolverem com essa técnica de captação de recursos.