Paraná altera programa de Nota Fiscal e dificulta a vida as organizações

paranaestadoO Governo do Estado do Paraná se alinhou com o Governo de São Paulo no combate à tecnologia, uma das aliadas das organizações da sociedade civil, proibindo que as instituições estaduais utilizem-se de sistemas digitais para o cadastramento das notas fiscais recebidas em doação.

Por meio da resolução SEFA nº 070/2018, a Secretaria de Fazenda do Governo do Estado informou que o recebimento de créditos por parte das organizações da sociedade civil, dentro do Programa Nota Paraná, poderá ser suspenso se elas utilizarem software que facilite o cadastramento.

No entender da ABCR a Secretaria paranaense repete o mesmo padrão visto no Estado de São Paulo, de falta de compreensão da importância da tecnologia para garantir o sucesso do Programa e diminuir os custos operacionais das organizações, optando por rejeitá-la por inteiro.

As organizações locais foram pegas por surpresa com a resolução, que também as obriga a manter guardados, os cupons fiscais cadastrados, por até seis meses.

A resolução pode ser lida na íntegra na página http://www.sefanet.pr.gov.br/dados/SEFADOCUMENTOS/101201800070.pdf

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedin