ABCR protocola pedido para reconhecimento da profissão no Código Brasileiro de Ocupações

A equipe executiva da ABCR solicitou, ao Ministério da Economia, o reconhecimento formal da profissão de captador (a) de recursos, para sua inclusão no Código Brasileiro de Ocupações – CBO.

O CBO é um documento que lista as diversas atividades profissionais existentes em todo o país, sem diferenciação entre as profissões regulamentadas e as de livre exercício profissional. E, apesar da profissão de captador de recursos ter décadas de existência prática no Brasil, até hoje não está retratada no documento.

A ABCR espera, com isso, que todos os que trabalham na área no país sintam-se amparados e valorizados ao terem o reconhecimento formal da sua profissão a um documento, inclusive para fins de registro trabalhista.

A inclusão da profissão no Código Brasileiro de Ocupações é uma das prioridades de advocacy da ABCR,  que é assessorada pela Pulso Público, e é também uma das demandas dos próprios membros da associação. Caso você queira saber mais sobre essas prioridades e apoiar nosso programa de advocacy, basta acessar aqui.

Para conferir, na íntegra, o ofício enviado pela ABCR ao Ministério da Economia, acesse aqui. O próximo passo será o preenchimento de um formulário formal, para análise objetiva por parte do Ministério.

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedin