Abertas as inscrições para 16ª edição do Prêmio Empreendedor Social

Líderes de iniciativas inovadoras em organizações não governamentais e empreendedores de negócios de impacto social podem se inscrever na edição do Prêmio Empreendedor Social 2020. Esse é o décimo sexto ano da premiação liderada pela Folha de S.Paulo em parceria com a Fundação Schwab.

São três categorias – Empreendedor Social, Empreendedor Social de Futuro e Troféu Grão, sendo essa última, destinada exclusivamente às ONGs que atuam com causas e movimentos de grande relevância para o país.

Inscrições de lideranças do setor interessadas podem ser realizadas até o dia 03 de maio, online. Todas as informações estão disponíveis aqui.

Confira a seguir o release completo recebido pela ABCR:

Folha de S.Paulo e Fundação Schwab anunciam 16ª edição do Prêmio Empreendedor Social  

 

A edição 2020 do Prêmio Empreendedor Social – iniciativa da Folha de S.Paulo em parceria com a Fundação Schwab – está com as inscrições abertas até 3 de maio. Os líderes de negócios de impacto social podem concorrer nas categorias Empreendedor Social e Empreendedor Social de Futuro; os profissionais de organizações não governamentais estão credenciados a concorrer ao

Troféu Grão. Os vencedores e finalistas de 16ª edição terão acesso a benefícios que totalizam R$ 350 mil. Inscrições: https://www1.folha.uol.com.br/empreendedorsocial/cadastro.shtml

 

São Paulo, 24 de março de 2020 – Líderes de iniciativas inovadoras em organizações não governamentais e empreendedores de negócios de impacto social têm até 3 de maio para se inscreverem no Prêmio Empreendedor Social 2020. O maior concurso de empreendedorismo social e ambiental da América Latina, iniciativa da Folha de S.Paulo em parceria com a Fundação Schwab, chega à 16ª edição com benefícios, para finalistas e vencedores, que totalizam os R$ 350 mil. São três categorias – Empreendedor Social, Empreendedor Social de Futuro e Troféu Grão, sendo essa última, destinada exclusivamente às ONGs que atuam com causas e movimentos de grande relevância para o país. As inscrições podem ser feitas mediante o preenchimento do formulário pelo site https://www1.folha.uol.com.br/empreendedorsocial/cadastro.shtml e envio de um vídeo de até três minutos com o resumo da própria trajetória e do impacto que gera.

 

Entre os destaques da edição 2020, a análise do papel da tecnologia como critério de seleção para a categoria principal do Prêmio Empreendedor Social e a abertura para causas e movimentos no Troféu Grão.

 

“Temos o orgulho e a responsabilidade de conduzir no Brasil a maior premiação de empreendedorismo social da América Latina que, ao longo dos últimos 15 anos, chancelou mais de cem líderes de negócios e iniciativas que estão na vanguarda em inovação e impacto em um país que busca soluções para seus problemas socioambientais”, afirma Sérgio Dávila, editor-executivo da Folha.

 

Pioneiro e comprometido em identificar inovações sociais e ambientais brasileiras, o Prêmio Empreendedor Social e o Prêmio Empreendedor Social de Futuro já reconheceram mais de 100 gestores – finalistas e vencedores –, conferindo chancela e visibilidade internacional para líderes de iniciativas de impacto social que estão mudando a forma de fazer negócios no Brasil. Em 2019, o concurso premiou líderes de negócios de impacto focados em reciclagem, inclusão de minorias e igualdade racial. O grande vencedor foi Guilherme Brammer Jr., fundador da Boomera, empresa que recicla resíduos difíceis em um modelo inovador de economia circular. Desde 2011, o negócio já reciclou mais de 60 mil toneladas de plásticos e envolveu 8 mil catadores de cooperativas conectadas à empresa. A conquista da principal categoria da premiação rendeu ao empreendedor o ingresso na Rede Schwab de Empreendedorismo Social, que garante a participação em encontros do Fórum Econômico Mundial e cursos na Universidade de Harvard.

 

No ano passado, a categoria Prêmio Empreendedor Social de Futuro – voltada a jovens de 18 até 38 anos – foi conquistado, pela primeira vez no concurso, por um homem transexual: Gustavo Glasser, da Carambola. O Troféu Grão ficou com Adriana Barbosa, da PretaHub; a categoria Escolha do Leitor foi vencida por Alcione Albanesi, do Amigos do Bem, com 69% dos quase 1,5 milhão de votos do público, um recorde de engajamento em relação às outras três edições da enquete.

 

“Os inovadores sociais são agentes pioneiros de mudança que reinventam a maneira como nossas instituições operam e são essenciais para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável até 2030”, afirma François Bonnici, presidente da Fundação Schwab. “Nessa parceria com a Folha nesses 16 anos, buscamos premiar brasileiros que não apenas estão impulsionando mudanças, mas também estão transformando organizações e sistemas para um futuro mais justo, inclusivo e sustentável.”

 

O passaporte para entrar na Rede Schwab e participar de encontros do Fórum Econômico Mundial não é o único benefício conferido aos vencedores do Prêmio Empreendedor Social. Eles ganham, ainda, acesso a premiações que totaliza R$ 350 mil em capacitações, assessoria jurídica e de imprensa, mentorias, capacitações e cursos oferecidos pela Fundação Dom Cabral, British Council, Quintessa, Artemisia, entre outros. Os finalistas passam a integrar, também, a Rede Folha de Empreendedores Socioambientais, que conta com 112 integrantes e 99 organizações.

 

Um dos integrantes da Rede Schwab é a Editora Mol. Segundo Rodrigo Pipponzi, “o prêmio transformou a nossa missão e nos deu uma visibilidade que nos permitiu estar no centro das discussões sobre a cultura de doação no país”, resume o fundador da Editora Mol, ao lado de Roberta Faria, vencedores do concurso da categoria principal em 2018.  Roberta Faria destaca o significado de passar a integrar a rede global com representantes de mais de 60 países. “É um clube muito seleto, mas também muito generoso e próspero, que inspira, acolhe em momentos difíceis e celebra coletivamente as realizações de empreendedores sociais em todo o mundo.” Os dois empreendedores brasileiros foram escolhidos pela Fundação Schwab para compor a lista de 40 líderes que impulsionam mudanças para transformar a sociedade em todo o mundo em 2019. A premiação ocorreu em setembro do ano passado, em Nova York, durante a Cúpula de Desenvolvimento Sustentável do Fórum Econômico Mundial. “Descobrimos ter desafios e interesses em comum com outros negócios sociais na Nigéria, na Austrália, na Malásia. E as trocas que fazemos ajudam todos a crescer”, afirma Roberta.

 

O Prêmio Empreendedor Social 2020 tem patrocínio de Coca-Cola Brasil e Cervejaria Ambev; o apoio é conferido pelo Instituto Porto Seguro; e a parceria estratégica é da British Council, ESPM, FAAP, Fundação Dom Cabral, FGVcenn (Centro de Empreendedorismo e Negócios da FGV) e UOL.

 

 

SOBRE A PREMIAÇÃO | Criado em 2005 pela Folha de S.Paulo e Fundação Schwab, o Prêmio Empreendedor Social é destinado a gestores de iniciativas com mais de três anos de atuação em setores como saúde, educação, tecnologia assistiva e meio ambiente, entre outros. As iniciativas de negócios de impacto social e startups com foco socioambiental – que estão em fase inicial (de um a três anos) – podem se inscrever para o Prêmio Folha Empreendedor Social de Futuro, destinado a empreendedores com até 38 anos. Além da projeção nacional e internacionalmente dos líderes selecionados, a Folha de S.Paulo e a Fundação Schwab – correalizadora do Fórum Econômico Mundial de Davos e idealizadora da premiação no mundo – oferecem um alto nível de qualificação e networking, viabilizando aos premiados a conquista de maiores e melhores indicadores em sustentabilidade, impacto social direto e indireto, influência em políticas públicas e escalabilidade para seus projetos.

 

Os interessados em participar da seleção devem preencher formulário online – que será o mesmo para as três categorias –, disponível no site do Empreendedor Social, ou fazer download do questionário e enviar, também pelo site, até 30 de abril. A novidade deste ano é a obrigatoriedade do envio de um vídeo de até três minutos, no qual o empreendedor conta um pouco sobre a sua trajetória e o impacto que a sua atuação tem gerado. Depois de inscritos, em um processo que foi simplificado nesta 16ª edição, os selecionados, após o primeiro filtro da comissão organizadora, são chamados a responder um segundo questionário, com mais informações sobre a sua jornada e a de sua organização. Em um segundo filtro, os melhores avaliados devem enviar documentos que comprovem regularidade e demonstrem o impacto da iniciativa. Baseado nessa documentação e do novo questionário, são definidos os semifinalistas, que receberão o Comitê Avaliador, formado por jornalistas da Folha e consultores independentes, para a avaliação em campo. Os grandes vencedores serão conhecidos na cerimônia de premiação, que ocorre em novembro, no Teatro Porto Seguro, em São Paulo.

 

PRÊMIO EMPREENDEDOR SOCIAL 2020 |

Quem pode participar

  • Empreendedores sociais com mais de 18 anos;
  • iniciativas socioambientais com mais de três anos, que façam uso de tecnologia e práticas de mercado para ganhar impacto e escala; e
  • negócios sociais, organizações hídbridas, ONGs com modelos consolidados.

 

Principais prêmios

  • Bolsas de estudos em instituições como Harvard e Fundação Dom Cabral;
  • participação em fóruns nacionais e internacionais, como o Fórum Econômico Mundial; e
  • consultoria jurídica e mentorias diferenciadas.

 

PRÊMIO EMPREENDEDOR SOCIAL DE FUTURO 2020 |

Quem pode participar

  • Iniciativas ou startups com no mínimo um ano;
  • empreendedor residente no Brasil de 18 a 38 anos;
  • cooperativas, negócios sociais, Oscips, ONGs e startups com foco socioambiental.

 

Principais prêmios

  • Programa de imersão no Reino Unido com despesas pagas pelo British Council;
  • apoio das aceleradoras Artemisia, Quintessa e Yunus; e
  • participação em fóruns de investidores.

 

TROFÉU GRÃO 2020 |

Quem pode participar

  • Empreendedor maior de 18 anos;
  • iniciativa socioambiental de impacto com no mínimo um ano de atuação; e
  • ONGs, causas e movimentos que gerem impacto social na sociedade.

 

Principais Prêmios

  • Bolsas de estudos em instituições como ESPM, FGV e Fundação Dom Cabral;
  • programas de aceleração e mentoria; e
  • acesso a fóruns de investidores e fast-track para redes.

 

PREMIAÇÕES PARA TODOS OS FINALISTAS |

  • Assessoria de imprensa;
  • perfil publicado em caderno especial da Folha;
  • integração à Rede Folha de Empreendedores Socioambientais;
  • relatório técnico de avaliação externa da iniciativa; e
  • fotos e videodocumentário​.

 

MAIS INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA

FRIDA LUNA BOUTIQUE DE COMUNICAÇÃO

Betânia Lins betania.lins@gmail.com

Cel: (11) 9 7338-3879

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedin