Em ano de pandemia Dia de Doar bate recorde

A crise de saúde e econômica gerada pela pandemia do COVID -19 confirmou a generosidade do brasileiro. O Dia de Doar 2020, realizado no dia 1 de dezembro, alcançou cerca de 28 milhões de pessoas nas redes sociais e aconteceu em mais de 40 Estados. O total mobilizado passou de 2 milhões de reais, contra 1 milhão e 100 mil reais em 2019, um  crescimento de 80%.

O objetivo do Dia de Doar é promover a generosidade no país, estimulando as pessoas a doar e criando um grande movimento de solidariedade e doação. “O Dia de Doar  teve um apelo imenso não apenas no Brasil mas no mundo todo por conta da pandemia e mais gente se envolveu, respondendo ao chamado por mais generosidade”, avalia João Paulo Vergueiro, diretor executivo da Associação Brasileira de Captadores de Recursos (ABCR), responsável pelo Dia de Doar.

Em maio, por conta da propagação da Covid-19, foi feita uma edição extraordinária, o Dia de Doar Agora, que alcançou mais de 14 milhões de pessoas.

‘O brasileiro é generoso responde rapidamente à situações de emergência. Muitos doam com frequência, e esse hábito precisa criar raízes para que a filantropia cresça e ajude a mudar a realidade do pais”, diz a presidente da ABCR, Márcia Woods.

O Dia de Doar é realizado pela Associação Brasileira de Captadores de Recursos (ABCR), com apoio do Movimento por uma Cultura de Doação e em parceria com a Umbigo do Mundo, Fundação Jose Luiz Egydio Setúbal, Instituto Mol e Movimento Bem Maior. A ABCR é a representante oficial da data no Brasil junto ao movimento global do #GivingTuesday, que neste ano aconteceu em 70 países.

O site do Dia de Doar é www.diadedoar.org.br.

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedin